Antes de desanimar

Antes de você desanimar porque fracassou em alguma coisa, pense que somente alcança o sucesso quem insiste, apesar de tudo.

Fred Astaire, o famoso ator que encantou as telas do cinema dançando, ao fazer seu primeiro teste para o cinema, recebeu as informações de que não sabia atuar. Era careca, dizia o relatório, e ainda dançava pouco.

O professor de Enrico Caruso dizia que ele não tinha voz e não era capaz de cantar. Acreditando nisso, os pais de Enrico queriam que ele fosse engenheiro. Ele não desistiu e se tornou famoso cantor de ópera, admirado até os dias atuais.

Winston Churchill foi reprovado na sexta série. Somente se tornou primeiro ministro da Inglaterra depois dos 60 anos. Sua vida foi cheia de derrotas e fracassos. Mas ele nunca desistiu. Chegou a dizer um dia: "eu deixaria a política para sempre, se não fosse a possibilidade de um dia vir a ser Primeiro-Ministro." Conseguiu.

E talvez poucos saibam: ele foi prêmio Nobel de literatura em 1953, por suas memórias da segunda guerra mundial.

Walt Disney foi despedido pelo editor de um jornal por falta de idéias. Você pode imaginar tal coisa? Antes de construir a Disneylândia, foi à falência diversas vezes. Nunca desanimou.

Richard Bach teve recusada a sua história de dez mil palavras por 18 editoras. Era a história de uma gaivota que planava. Uma gaivota chamada Fernão Capelo Gaivota. Porque ele não desistiu, em 1970 a Macmillan publicou a história e em 5 anos vendeu mais de 7 milhões de exemplares, só nos Estados Unidos.

Rodin era considerado por seu pai como um idiota. Seu tio dizia que ele era um caso perdido. Por três vezes ele foi reprovado na admissão à escola de artes. Descrito como o pior aluno da escola, Rodin não desistiu e deu ao mundo maravilhas da escultura como o pensador, o beijo e filho pródigo. Chegou a ficar afastado do mundo das artes por dez anos, quando teve uma de suas obras recusada para exposição. Contudo, em 1900, em Paris, foi lhe destinado um pavilhão inteiro para a mostra de 168 trabalhos seus. Ao morrer, o hotel em Paris, onde viveu seus últimos nove anos de vida, se transformou em museu Rodin, tendo ele legado suas obras ao estado.
Assim acontece com todos os que perseguem os seus sonhos, não se permitindo desanimar por fracassos, derrotas ou julgamentos precipitados. Portanto, se você está a ponto de desanimar, pare um pouco e pense. Logo haverá de descobrir que ainda há muitas tentativas a serem feitas. Há muita gente a ser procurada, muitos dias a serem vividos e muitas conquistas a alcançar. Não há limites para quem acredita que pode atingir os seus objetivos, que pode concretizar os seus projetos.

Pense nisso e tente outra vez. E outra mais. Não se deixe abater por críticas, por experiências mal sucedidas. Vá em frente. Tente de novo e verá que os seus esforços alcançarão êxito.
Read More

O Juizo Final

Analisai as vossas obras e os vossos corações!
Lembrem-se não será pelos méritos, mas pela fé, aceitando Jesus Cristo como Unico Senhor e Salvador da sua alma!


Read More

Lista de Blog e Sites que aconselhamos

Read More

A Borboleta Orgulhosa

A borboletinha era uma beleza, mas achava-se uma beldade. Devia, pelo menos, ser tratada como a rainha das borboletas, para que se sentisse satisfeita. Quanta vaidade, meu Deus!

Não tinha amigos, pois qualquer mariposa que se aproximasse dela era alvo de risinhos e de desprezo.

- Que está fazendo em minha presença, criatura? Não vê que sou mais bela e elegante do que você? costuma ela dizer, fazendo-se de muito importante.

Nem os seus familiares escapavam. Mantinha à distância os seus próprios pais e irmãos, como se ela não houvesse nascido naturalmente, mas tivesse sido enviada diretamente do céu. Tratava-os com enorme frieza, como quem faz um favor, quando não há outro remédio.

- Sim, você é formosa, borboletinha, mas não sabe usar essa qualidade como deveria. Isso vai destruí-la! previniu-a solenemente um sábio do bosque.

A borboletinha não deu muita importância às palavras do sábio. Mas uma leve inquietação aninhou-se em seu coração. Respeitava aquele sábio e temia que ele tivesse razão. Mas logo esqueceu esses pensamentos e continuou sua atitude habitual.

Um dia, a profecia do sábio cumpriu-se. Um rapazinho esperto surpreendeu-a sozinha voando pelo bosque. Achou-a magnífica e com sua rede apoderou-se dela. Como é triste ver a borboletinha vaidosa atravessada por um alfinete, fazendo parte da coleção do rapaz!

Cada um tem aquilo que merece. Não adianta pôr a culpa de nossos erros nos outros, no destino, em Deus ou na má sorte. Cada um é responsável pelo seu próprio sucesso ou fracasso.

Vamos meditar!

Read More

Futuro

Read More

Curiosidades: Sorrir faz bem a saúde?

Está comprovado que bom humor e otimismo vacinam nosso corpo contra todo tipo de doença. O funcionamento do corpo melhora e várias dores diminuem visivelmente.

Quem sorri estimula o cérebro a liberar endorfina e serotonina — substâncias responsáveis pela sensação de prazer e felicidade. Essas substâncias proporcionam uma sensação de leveza e bem-estar, além de ativarem o sistema imunológico. Essa imunização ajuda a prevenir, principalmente, doenças ocasionadas por elevado grau de stress.

O sorriso combate a depressão e o estresse, diminui a pressão arterial, melhora a digestão, desintoxica o organismo, espanta a dor e até deixa a pele mais bonita. Além disso, se você está sempre sorrindo, as pessoas irão querer sempre ficar perto de você e sua convivência social será muito favorecida.

Sorrir é um remédio sem efeitos colaterais; não precisa de prescrição e é de graça. Por isso, pare de franzir a testa e solte uma boa gargalhada sempre que possível que os benefícios virão. (Fonte: http://belezaesaude.dae.com.br/ )

 10 motivos para sorrir:

1 - O sorriso é um convite à aproximação. O bom astral atrai.

2 – Tenha um ataque de riso. É uma mensagem perfeita, mexe com os músculos da barriga e com todos os órgãos internos do corpo humano.

3 – Rir também é exercício. Segundo pesquisas n Universidade de Stanford, rir 100 vezes ao dia eqüivale a 10 minutos remando. Uma tarde de gargalhadas pode ser um substituto para 400 metros de natação, 20 minutos de corrida ou 4 valiuns como calmante.

4 – Ao contrário do que se diz, sorrir não dá rugas. Embora quando a gente sorria, apareçam aqueles pés de galinha, logo depois ocorre uma distensão dos músculos faciais – funciona como uma verdadeira massagem facial. A pele descansa e fica mais bonita.

5 – Está nervoso/a? É hora de esfriar a cabeça. Literalmente. Quando a gente sorri, o sangue que passa pela nossa cabeça esfria. Isso provoca uma sensação de bem-estar.

6 – Saber rir dos nossos problemas ajuda a solucioná-los. Alegria é sinônimo de confiança.

7 – Rir é o melhor remédio para tensão e dor de cabeça. Quando a gente ri nosso cérebro produz endorfina, uma substância química natural que alivia a dor.

8 – Quem ri à toa não fica doente tão fácil. Pesquisadores americanos descobriram que pessoas que riem têm mais anticorpos que as que choram.

9 – As mulheres normalmente sorriem mis do que os homens. Porisso, a falta de um sorriso é mais notada nas mulheres. Assim as que não riem são mais tachadas de antipáticas.

10 – O sorriso é uma arma contra a antipatia. Se você sorri numa festa, as pessoas vão tratá-la melhor e a festa vai ser ótima. Todo mundo percebe. Assim, sorria!

Então vamos soltar uma risada? (rs)
 
:D
 
Read More

Crescimento acima dos 50%



É assim que vai a venda de automóveis de luxo em Portugal durante o presente ano. Até parece que a crise neste ramo passa despercebida, segundo esclarece Nuno Costa, responsável de marketing nacional da Porsche: "em 2010, vamos ter um crescimento recorde, nunca visto em Portugal".



Nos primeiros seis meses deste ano foram atingidos mais de metade dos objectivos desta marca de automóveis de luxo. Só em Portugal, no decorrer deste ano, já foram vendidos 192 automóveis, um crescimento que ronda os 52,4%. E é provável que a marca alemã consiga vender, ainda durante este ano, mais de 300 viaturas, que podem custar entre 66 a 273 mil euros.



Publicado por: Jornal "Folha de Portugal", publicação de Domingo dia 25 de Julho
Read More

Enfrentamos ou fugimos?

Esses dias estava meditando na consagração de Davi a rei de Israel. Porque Deus fez o profeta ir na casa de Davi? Não teria sido mais fácil ele ir à sua procura no local onde ele passava mais tempo, com o seu rebanho?

Davi era o mais novo de entre os irmãos, não era forte, pelo contrário, pela sua estatura ninguém o considerava, muito menos como um guerreiro. Davi aceitou o cargo que a sua família escolheu para ele, pastor, mas ele aceitou o cargo com tanto amor, que ele zelava pelas suas ovelhas de uma forma tal que as defendeu perante um leão, naquele gesto, sem ninguém ver, Davi mostrou o guerreiro que ele era, e Deus viu isso. Deus fica olhando cada uma de nossas atitudes e, Ele está a procurar pessoas como davi, que aceitam o cargo que lhes é imposto e ali se esmeram, o fazem com todo o amor. Você não precisa de um alto cargo para mostrar aquilo que você é e o quanto você vale.
Mas então porque Deus não enviou o profeta directamente a davi, fazendo-o ir a casa do seu pai?
Se formos reparar, Deus sempre escolheu para reinar, pessoas que não tinham muita condição, Deus sempre escolheu os mais pequenos, os mais novos, aqueles que para o mundo não valem e não são tidos em consideração. Porque Deus olha diferente dos olhos carnais, Deus vê o espírito.
Muitas vezes olhamos para uma pessoa e “a tiramos pela pinta”, ou seja, fazemos um juízo de valor, consideramos a pessoa pelo físico, pela idade, pelos estudos, enfim… Deus porém tem outros critérios. Deus quis mostrar tanto para o profeta como para os familiares de Davi isso mesmo, que Ele não liga para a condição, Deus olha para a entrega, de coração, Deus olha para a integridade.

Deus sempre fica esperando ver as nossas atitudes. Deus espera para ver como nós reagimos perante o leão quando este vem para nos tirar uma ovelha do Seu rebanho.
Qual tem sido a nossa atitude? Será que enfrentamos o leão ou fugimos?
Será que temos lutado pelas almas? ou apenas por um titulo?

"O bom pastor dá a vida pelas suas ovelhas" João 10:11
Read More

Tentações

Como precisa adaptar-se aos novos tempos, o Diabo resolveu fazer uma liquidação de grande parte de seu stock de tentações. Colocou anúncio no jornal, e atendeu os fregueses, em sua oficina, durante todo o dia.

Era um estoque fantástico: pedras para virtuosos tropeçarem, espelhos que aumentavam a própria importância, óculos que diminuíam a importância dos outros. Pendurados na parede, alguns objetos chamavam muita atenção: um punhal de lâmina curva, para ser usado nas costas de alguém e gravadores que só registravam fofocas e mentiras.

- Não se preocupem com o preço! - gritava o velho Satã aos fregueses em potencial. - Levem hoje, paguem quando puder!

Um dos visitantes notou, jogado num canto, duas ferramentas que pareciam muito usadas, e que pouco chamavam a atenção. Entretanto, eram caríssimas. Curioso, quis saber a razão daquela aparente discrepância.

- Elas estão gastas porque são as que eu mais uso - respondeu Satã, rindo. - Se chamassem muito a atenção, as pessoas saberiam como se proteger.

"No entanto, ambas valem o preço que estou pedindo: uma é a Dúvida, a outra é o Complexo de Inferioridade. Todas outras tentações sempre podem falhar, mas estas duas sempre funcionam. "

Muitos têm caído nestas tentações do diabo, não se deixe enganar! Não caia nas dúvidas e nem acredite que você não é ninguém.

Deus prometeu que é consigo então confie, acredite no seu potencial e rejeite todas as ofertas horrosas do diabo!
Read More

Quando tudo parece escuro


Não desanime! Toda essa escuridão irá passar.

Confie nisso!


Read More

Viver no mundo





Lembro-me de quando entrei para faculdade tive a oportunidade, finalmente, de ir na igreja e fui, mas no meu coração eu tinha o fascínio pelas coisas da faculdade, queria fazer amigos, queria ser uma pessoa normal. Então eu pedi a Deus um ano para ter amigos, eu pedi isso mesmo, pedi a Deus queria um ano para poder viver, ter amigos, bons amigos e depois me entregaria a Deus, realmente eu tive tudo o que pedi. Deus colocou do meu lado amigos que não fumavam, não bebiam e eram muito divertidos, juntos éramos como uma família, estudávamos juntos e divertíamo-nos sem excessos. Creio que foi o próprio Deus a escolher os meus amigos. Porém passado o um ano que havia pedido eu não cumpri a minha parte e quis continuar aquela vida no mundo, foi aí que comecei a colher os frutos de uma má escolha…


Depois de muito tropeçar e cair bem lá no fundo eu me entreguei completamente a Jesus, hoje eu posso dizer que Jesus eu não largo por nada e nem ninguém, quem me dera eu me ter entregue logo, quando Deus me chamou, não teria visto e sentido na pele o horror deste mundo, este mundo mostra uma cara muito bonita e atraente, mas quem escolhe o mundo acaba por provar do amargo da vida.


Deus sempre nos dá a oportunidade de escolher qual o caminho a seguir, mas nós pensamos que o caminho de Deus é penoso e queremos viver o mundo, na verdade não queremos dizer não para Deus, mas é o que acontece. Quem quer viver o mundo, nunca vai viver sobre o comando de Deus, pois para se entregar a Deus tem que ter sede das coisas de Deus e não do mundo. A partir do momento que você escolher seguir a sua vontade você está dizendo não para Deus e consequentemente vai sofrer as consequências dessa escolha.


“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há-de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.” Mateus 6:24



Na fé,

Alzira
Read More

A ilha dos sentimentos

Havia uma vez uma ilha, na qual viviam todos os sentimentos e valores do homem: o Bom Humor, a Tristeza, o Saber... Como também todos os outros, incluindo o Amor.

Um dia avisaram os sentimentos que a ilha estava prestes a afundar-se.

Então, todos prepararam os seus barcos e partiram. Unicamente o Amor ficou, esperando sozinho, até ao último momento.Quando a ilha estava a ponto de desaparecer no mar, o Amor decidiu pedir ajuda.

A Riqueza passou perto do Amor num barco luxuosíssimo e o Amor disse-lhe: “Riqueza, podes-me levar contigo?”

-“Não posso porque tenho muito ouro e prata dentro do meu barco e não há lugar para ti.”

Então, o Amor decidiu pedir ao Orgulho que estava passando numa magnífica barca:  “Orgulho, rogo-te, podes-me levar contigo?”

-“Não posso levar-te, Amor...” respondeu o Orgulho: “Aqui tudo é perfeito, poderias arruinar-me a barca”.


Então, o Amor disse à Tristeza que se estava aproximando: “Tristeza, peço-te, deixa-me ir contigo.”

-“Óh, Amor” respondeu a Tristeza, “estou tão triste que necessito estar só”.


Logo, o Bom Humor passou em frente ao Amor; mas dava gargalhadas tão altas, que não ouviu que o estavam a chamar.
De repente uma voz disse: “Vem Amor, levo-te comigo...”

Era um velho o que havía chamado.O Amor se sentiu tão contente e cheio de alegria que se esqueceu de perguntar o nome ao velho. Quando chegou a terra firme, o velho desapareceu.

O Amor deu-se conta de quanto devia ao velho e, assim, perguntou ao Saber: “Saber, podes dizer-me quem me ajudou?”

-“Foi o Tempo”, respondeu o Saber.

“O Tempo?”, perguntou-se o Amor, “Porque será que o Tempo me ajudou?”.

O Saber, cheio de sabedoria, respondeu:  “Porque só o Tempo é capaz de compreender quão importante é o Amor na Vida”.



Ame o próximo, valorize as pessoas que estão junto de você.

Read More

Chris Gardner

Desistir é a saida dos fracos, Insistir é a alternativa dos Fortes!


Read More

Arrebatamento

"E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim.
Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares.
Mas todas essas coisas são o princípio das dores.

Então sereis entregues à tortura, e vos matarão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.

Nesse tempo muitos hão de se escandalizar, e trair-se uns aos outros, e mutuamente se odiarão.

Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos; e, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.

Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo." Mateus 24



Read More

A gordura e o Pecado

Recentemente, por ter ampliado um pouco a minha casa, precisei mudar a cozinha de lugar. Consequentemente, a pia não poderia mais continuar onde estava. Fui então desativar o cano por onde descia os resíduos e a água da pia.

 

Pude notar que apesar do grande cuidado envidado por minha esposa para não entupi-la; usando produtos de limpeza, sempre retirando os resíduos de tudo quanto era lavado, nunca esquecendo de usar o ralinho, não adiantou. Com o tempo, o cano de grande diâmetro criou uma espécie de nervo em todo o seu percurso. Um pouco mais de tempo e... ploft... a pia entupiria.



Se entupisse, nem a água nem a sujeira conseguiriam descer. Podia até acontecer de voltar toda a sujeira, fazendo uma fétida lambança, que renderia à minha esposa mais trabalho.



Ai seria necessário chamar uma desentupidora especializada para desobstruir a passagem interrompida pela sujeira. Ou dar aquele jeitinho brasileiro de enfiar um ferro e ir “cutucando”, jogando água quente, ácido, até desentupir tudo.



É que com o passar do tempo, e do uso diário, a gordura se prega nas paredes do cano e vai acumulando os resíduos provenientes das vasilhas lavadas, de modo lento e imperceptível, até culminar na obstrução total. Muito semelhante ao que ocorre em nossas veias; o colesterol, que na verdade é a gordura que se vai acumulando, obstrui a circulação do sangue, podendo culminar em enfarto e morte.



Tudo isso acabou me ensinando uma preciosa lição. Temos livre acesso à Deus através de Jesus, que abriu por meio do seu sangue derramado e sacrifício na cruz, um caminho, um canal espiritual de comunicação com os céus.



Estamos por meio dEle, interligados. Sobem as nossas orações, a adoração, o louvor, as riquezas que lá podemos acumular através dos frutos e testemunho cristão. Descem as respostas, as bênçãos e consolações do Espírito.



Se o canal está limpo, no dia-a-dia da nossa caminhada e nos solenes momentos em que cultuamos a Deus, somos capazes de sentir a Sua presença de forma quase palpável, ouvir a sua doce voz falando, ensinando, corrigindo, orientando. Sentimos as coisas espirituais.



Como a gordura, há algo que lhe corresponde no mundo espiritual - o pecado. Ele vai lento e imperceptivelmente bloqueando o canal. Quando damos conta, não sentimos mais a presença de Deus. Não ouvimos mais a sua doce voz. O coração fica endurecido. Os ouvidos e os olhos vendados para as coisas do Espírito.



Não temos mais prazer ou ansiedade de procurá-lo em oração. Não desejamos mais ler a Bíblia. E mesmo estando num ambiente espiritual, nos sentimos frios e apáticos. Este estado pode culminar num rompimento total, num afastamento, no abandono da fé.



É preciso não deixar o cano entupir. Não deixar a pia transbordar e exalar a sua sujeira. Não deixar a veia espiritual se obstruir e causar a má circulação do sangue de Cristo em nosso espírito, pois, isso, pode culminar numa fatídica morte.



Evite a gordura. Cuidado com o pecado, especialmente os “pequeninos”. Estes são mais comuns, e por serem mais aceitáveis, mais racionalizáveis, não lhe damos a devida atenção e cuidado. Mas são tão fatais quanto os “grandes” pecados.



É preciso cuidados preventivos como: evitar ou fugir da aparência do mal; vigiar e conscientemente ter uma vida santa na força da graça. Se, contudo, não for possível evitar, não espere o cano estourar, chame imediatamente “roto-rooter”, o especialista.



“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça (1 João 1:9).



Abandone os seus pecados, confesse-os, arrependa-se, clame por perdão. Depois, aproprie-se da promessa que Ele fez de perdão. Esta é a melhor forma de desentupir o cano, e ficar bem de novo com Deus.




Escrito por Jair Souza Leal
Read More

Mais 24 horas

Esta expressão é muito utilizada nos tratamentos como alcoólicos anónimos e etc. Em vez de prometerem parar de beber para sempre, ele tentam que pelo menos naquelas 24 horas eles vencerão o vício. Na prática, trata-se de vencer um dia de cada vez.


Eu estava a jantar ontem, quando me lembrei desta expressão e de como usa-la na fé.


O mundo em que vivemos não é fácil, pelo contrário, quem está na fé vive numa luta diária, remando contra a maré. Muitos desistem pelo caminho, muitos deixam se iludir pelo que mundo oferece e acabam saindo da verdadeira e pura fé. O diabo se alegra grandemente com isso, e investe cada vez mais em estratégias e artimanhas para arrecadar mais almas para o inferno.


Mas o diabo não é mais forte do que nós, e por isso, além de jejuns e orações podemos juntar essa táctica de mais 24 horas, mais 24 horas vivendo na fé.


Nós não sabemos o dia em que o Senhor Jesus voltará e nem quando iremos morrer, por isso é necessário viver cada dia como se isso fosse acontecer, viver essas 24 horas como únicas e ultimas na vida. Pois o diabo quer achar apenas uma brechinha, um deslize, qualquer coisinha para nos derrubar da fé.


Vamos então continuar lutando, vivendo:


Mais 24 horas sem pecado.


Mais 24 horas sem se render as paixões do mundo.


Mais 24 horas para glorificar a Deus.


Mais 24 horas para derrotar o diabo


Mais 24 horas de fé.






Vamos, não é difícil, não são 20, 30 ou 40 anos. São só mais 24 horas!


Com fé.


Glenda


Read More

Exemplos que mudam conceitos

A maneira mais facil de ensinar é dando exemplo rsrsrsrs Com este exemplo as pessoas aprendem :) Vale a pena Reflectir!

Read More

Para onde você está olhando?






E você para onde está olhando?

Com fé,
Glenda.
Read More

Torneira que poupa água


"Os Chuveiros e os autoclismos são responsáveis pelos gastos domésticos mais significativos de água, entre 70 a 80%, e o desperdício anual ronda os 750 milhões de euros.

Não seria, então, interessante ter uma torneira que reduzisse o desperdício de água? Foi este o projecto levado a cabo por Vítor Costa, investigador da Universidade de Aveiro. O objectivo passa pela reutilização da água que, todos os dias, é desperdiçada durante o tempo em que se espera que a água aqueça. Durante este curto período de tempo, são desperdiçados cerca de 3 litros de água potável, que vão directamente para os esgotos.

O sistema inventado por Vítor Costa faz com que a torneira só deite água quando já estiver quente, poupando desta forma centenas de litros. A água fria que fica entre a torneira e o esquentador é guardada num reservatório e fica novamente disponível na rede. Este sistema pode ser usado em novas e antigas construções, sendo necessário apenas acrescentar um componente hidráulico e um reservatório que acumulará a água, estando à venda ainda este ano. O produto em questão poderá ser importante para obter uma boa classificação energética dos edifícios e não usará qualquer fonte adicional de energia."

Fonte: Jornal "Folha de Portugal" edição de Domingo 18 de Julho de 2010
Read More

Ficar com os Louros?

Em virtude da mensagem de terça-feira, a nossa curiosidade de hoje é sobre a origem da expressão ficar com os louros”.


O povo grego sempre foi fascinado por esportes (desportos) físicos, considerado um dos três pilares da educação da criança e do jovem, juntamente com as letras e a música. A ginástica era uma obrigação moral, enquanto formação do corpo, para se obter beleza e força.


Então em 480 a. C., falando sobre os premios das competições, “O rei Xerxes continuou indagando: Qual é o prêmio das competições? Uma coroa de louros foi a resposta. (...)”


Assim a coroa de louros, ou láurea, então, passou a simbolizar a vitória, sobretudo nos Jogos Olímpicos.


Entretanto, mais tarde, a coroa de louros como símbolo de distinção e glória foi substituída pelos ramos de oliveira.


Portanto, quem ficava com os louros, era quem ganhava... Daí a expressão de quem fica com os louros, fica com a glória.


Interessante! (rsrs)
Read More

O Ferreiro

Recebi este email de uma amiga e queria partilhar com todos os leitores:




...Era uma vez um ferreiro que, após uma juventude cheia de excessos resolveu entregar a
sua alma a DEUS. Durante muitos anos serviu a DEUS com afinidade, mas, apesar de toda sua dedicação nada parecia dar certo na sua vida. Muito pelo contrário seus problemas e aflições acumulavam-se cada vez mais.
Uma bela tarde um amigo que o visitara, e que se compadecia de sua situação difícil, comentou: "É realmente estranho que, justamente depois que você resolveu se tornar um homem temente a DEUS, sua vida começou a piorar e os seus problemas aumentaram. Eu não desejo enfraquecer a sua fé más apesar de toda a sua crença e preocupação com o mundo espiritual eu percebo que nada tem melhorado" disse o amigo. (fez-se então um silêncio). Pois o Ferreiro já havia pensado nisso muitas vezes, sem entender o que acontecia em sua vida. Entretanto o Ferreiro não queria deixar o amigo sem uma resposta, e, começou a falar e dar uma explicação para o amigo.
E assim respondeu o Ferreiro ao amigo ... "Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado e preciso transforma-lo em belas espadas! Primeiro eu aqueço a chapa de aço num calor infernal, até que fique vermelha. Em seguida sem qualquer piedade eu pego o martelo mais pesado e aplico golpes até que a peça adquira a forma que desejo. Logo em seguida eu a mergulho num balde de água fria, a oficina inteira se enche com o vapor, enquanto a peça estala e grita por causa da súbita mudança de temperatura. Tenho que repetir esse processo até conseguir a espada que tanto desejo, repito isso varias vezes."
(outro silêncio), continuou o Ferreiro ...

"As vezes, o aço que chega até as minhas mãos não consegue aguentar esse tratamento. O calor, as marteladas e a agua fria terminam por enchê-lo de rachaduras, e eu sei que jamais se transformará na forma de uma boa lâmina de espada. Então, eu simplesmente a coloco no monte de ferro-velho que você viu na entrada da oficina"
(mais um silêncio) e o Ferreiro concluiu ao amigo.
"Sei que DEUS sabe que tenho provado do fogo das lutas e aflições da vida.
Tenho aceito as marteladas que a vida tem me dado, e às vezes sinto-me tão frio como a água que faz o aço sofrer."
Mas a única coisa que peço é:
"Meu DEUS não desista, até que eu consiga tornar a forma que o SENHOR espera de mim, tente da maneira que achar melhor, pelo tempo que quiser. Mas ... Jamais me coloque no monte de ferro-velho das almas".
Read More

Louros ou ouro?

Há um tempo atrás eu estava conversando com uma amiga, nós falávamos sobre o facto de muitas vezes, que assim como na história do “Porco e o Cavalo” (clique aqui para ver), muitas vezes, quem realmente faz não é valorizado e quem não faz “fica com os loros” (para quem não sabe esta expressão significa ficar com a glória ou mérito de alguma coisa).

Estávamos, então, falando sobre isso quando Deus falou algo muito forte com a gente. Incrível como são as coisas de Deus, como disse a minha amiga, Deus fala com a gente até numa conversa entre amigas.

Mas eis então o que Deus falou:

"Vocês querem ficar com os louros aí da Terra ou o ouro de céu? Vocês desejam ser reconhecidos pelo homem ou por Deus?"

É verdade que às vezes é revoltante, você se sacrificar por algo e vir alguém dizendo que você não fez nada, que você não dá o seu tudo, mandando você fazer assim ou até mesmo dando exemplo dizendo “porque você faz como tal pessoa…” O mais revoltante ainda, é saber que essa pessoa que te critica, não faz nem a metade do que você faz e as vezes ainda fica com os louros do que você faz…

Meu amigo/ minha amiga, ignore isso, engula em seco. Deus está observando tudo.

Prefira o ouro que é eterno do que os louros que são bastante passageiros.

Com fé.

Glenda
Read More

Espaço Pessoal - O Comodismo

O sacrifício tem grande recompensa, porém, sempre pensamos que, por termos sacrificado uma parte, que podemos descansar à sombra da bananeira. Pensamos que Deus tem a obrigação de nos abençoar, porque nós sacrificámos.

Isso também aconteceu comigo, eu fiz de tudo para receber a minha benção, porem depois do sacrifício, achava eu, que o sacrifício havia terminado e que a partir daquele momento era Deus que tinha a obrigação de me abençoar, pois é, eu enganei-me, chegado o momento de eu ir embora daquele lugar é que eu me lembrei que não havia recebido a bênção, eu poderia ter chegado diante de Deus e dizer que Ele era falso e enganador, mas eu já sabia que se havia erro era da minha parte, então eu comecei a buscar saber mais e mais da minha bênção. Fiz perguntas para quem já havia sido abençoado nessa área da vida e tentei saber onde e o quê que eu não tinha feito. Numa revolta eu lembro-me de falar para Deus “Deus eu não vou sair deste lugar sem receber a minha bênção, por isso mostra-me o que me falta para alcançar, e ajuda-me a conseguir” foi quase imediato, Deus respondeu na hora e mostrou-me o que estava a impedir-me de alcançá-Lo.

Mas a luta não acabou ali. Depois de identificado o problema eu tive que lutar muito, muito mesmo, para mudar uma coisa que para muitos não tem como ser mudado - o meu carácter.
Mas eu não desisti, lutei com todas as minhas forças, de noite e de dia, até que alcancei.

Depois de alcançar a bênção continua o risco do comodismo, mas estou consciente disso e sei que os problemas vêem para que eu não me esqueça de que não me posso acomodar com as situações, tal como um engenheiro civil me disse um dia “as curvas na estrada são necessárias para que o condutor não adormeça”. Por isso, os problemas só vêem para não nos acomodarmos. Porém se eu adormecer numa curva acontece um acidente não é? Por isso não podemos deixar que uma curva (um problema) nos deite para baixo.

Não se acomode com a situação só porque os outros dizem que está difícil, lute com todas as suas forças por aquilo que quer, e não pare só porque alcançou, pois parar é morrer!
Evolua e faça das dificuldades uma oportunidade:)
Read More

Os Dez Mandamentos de um Líder


1 Respeitar o ser humano e crer nas suas possibilidades que são imensas.

2 Confiar no grupo, mais que em sim mesmo.

3 Evitar crticas a qualquer pessoa em publico, procurando sempre elogiar, diante do grupo, os aspectos positivos de cada um.

4 Estar sempre dando o exemplo, em vez de ficar criticando todo tempo.

5 Evitar dar ordens, procurando a cooperação de cada um.

6 Dar a cada um o seu lugar levando em consideração os seus gostos, interesses e aptidões pessoais.

7 Evitar tomar, mesmo de maneira provisória, a iniciativa de uma responsabilidade que pertença a outrem, mesmo pensando que faria melhor.

8 Antes de agir, explicar aos membros do grupo o que vai fazer e por que.

9 Consultar os membros do grupo antes de tomar uma decisão importante, que envolva interesses comuns.

10 Evitar tomar parte das discussões, quando presidir uma reunião; guardar neutralidade absoluta, fazendo registrar, imparcialmente, as decisões do grupo.
Read More

O Faisão Vaidoso



"O rei dos passaros resolveu, criar um soberano dentre os pássaros, e fez saber que, num certo dia, todos juntos deveriam vir à sua presença.



Nesse dia, ele pessoalmente escolheria o mais belo dentre todos, para ser proclamado o chefe dos pássaros. Uma Gralha, sabendo de sua própria feiúra, saiu procurando nos campos e florestas, as penas que haviam caído das asas dos outros pássaros, e juntando tudo, colou-as por cima de sua plumagem. Quando chegou o dia marcado, e os pássaros se apresentaram diante do rei, a Gralha desfilou com sua elegante e exuberante plumagem. Como o rei dos passaros pretendia torná-la o chefe, por conta da beleza da sua plumagem, os outros pássaros indignados protestaram, e cada um arrancou dela a pena que lhe pertencia, e a Gralha era outra vez apenas uma Gralha."

Muitos tentam imitar os outros, criando uma identidade que não é sua.

Não procure uma camuflagem, crie a sua propria beleza, a beleza interior!!

Seja original! Seja você mesmo!


Read More

Recadinho de Deus - Para Reflectir

Um recadinho de Deus:

“Oi meu filho! Estou com saudades, quando você virá conversar comigo?

Com muito amor,

seu Pai”



Não se lembre de Deus apenas na sua necessidade, pois fazendo isso, você será como um filho interesseiro, que só lembra de seu pai para lhe pedir alguma coisa.

Deus ama você, não despreze isso. Ele não quer pessoas perfeitas, Ele simplesmente quer você.

Com fé,

Glenda
Read More

VIGILIA DA PAZ

Read More

Contornar Obstáculos - Para Reflectir

Read More

Amor de Hollywood

Ao decorrer dos anos Hollywood vem aperfeiçoando a arte de criar emoções no coração dos visitantes das salas de cinema. Mulheres, crianças e até mesmo homens têm sucumbido ao poder das emoções causado pelas fantasias dos filmes de acção e da esperança própria dos filmes românticos pintados com o pincel de Hollywood.

Depois de verem uma história romântica sobre um amor impossível, onde um homem atravessa o mar viajando de um continente para o outro num barquinho insuflável só para se encontrar com a sua amada, muitas pessoas saem do cinema como se estivessem nas nuvens, na esperança que um dia o mesmo sucederá nas suas vidas. Depois de ver filmes destes algumas vezes, você já consegue geralmente a deduzir como eles sempre acabam. Mas de uma certa forma eles enchem-lhe de esperança que o mesmo acontecerá consigo.

Então com esta ideia programada, a pessoa um dia encontra alguém que apesar de ser incompatível em todos os sentidos, ela ainda assim insiste em ir adiante com aquele relacionamento. A sua inteligência mostra-lhe que esta relação não vai dar certo porque não há nada em comum. Mas nesse momento ela lembra-se que os filmes sempre lhe dizem para seguir o seu coração. “E aliás, esta atracção é tão gostosa. Eu tenho que aproveitar este momento o máximo possível.”, ela pensa.

A esta altura, já todos conseguem ver que esta relação é um acidente prestes a acontecer, ela é a única que não consegue ver isso. Ela não consegue ver que mais importante que a decisão da sua carreira é a decisão da vida sentimental. Você sempre vai poder mudar o seu trabalho e até a sua carreira. Mas uma má decisão na sua vida sentimental pode ter um resultado desastroso e muitas vezes permanente.

Se você realmente quer ser feliz na sua vida sentimental, você tem de estar disposto a procurar a pessoa certa; e não qualquer pessoa que o seu coração pedir. Muitas pessoas estão hoje presas a um casamento onde só existem brigas e agressões, só para que os seus filhos não cresçam num lar dividido. Tudo isto porque apesar de repararem que não havia muito em comum, decidiram ainda assim ir em frente com uma relação que não tinha muito futuro, só porque o seu coração lhe pedia isso.



“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá.” Jeremias 17.9

Fonte: iurd.pt
Read More

Preconceito – Qual a origem e as suas consequências?

12 de Julho de 2010
Publicado por Debate Público: http://debatepublico.com/






“Na base de qualquer preconceito contra uma cultura, um povo ou uma raça está sempre a ignorância, e a ignorância, tal como a sabedoria, não tem nacionalidade”.
Preconceito é uma das palavras mais utilizadas hoje em dia, mas não é pelo seu uso exagerado que deixa de ser a melhor noção de discriminação que existe. A discriminação é a mais eficaz arma do preconceito e o seu objectivo é marginalizar, renegar grupos sociais com características diferentes.






O tema é diverso e contraditório, e prejudica a sociedade em geral. De acordo com a origem da palavra, Preconceito (“Pré” + “Conceito”) as pessoas julgam e “rotulam” algo ou alguém antes de conhecer. Roupa, cor de pele, orientação sexual e estrato social continuam a ser objectos de marginalização por parte de muitas pessoas. O nosso corpo e a própria sexualidade ainda são temas abordados com medo e apreensão.






Os tipos mais comuns de preconceito e discriminação são:
•Discriminação social – relacionada com a condição de um determinado grupo da sociedade;
•Preconceito religioso – para com uma religião;
•Preconceito racial – devido a uma etnia;
•Preconceito intelectual – devido a um pensamento político ou simplesmente um pensamento diferente.


Um dos mais comuns preconceitos, num país onde a desigualdade económica se torna cada vez mais visível, é o social. A disparidade entre as classes sociais e a estratificação das mesmas torna-se algo impossível de nos passar ao lado no dia-a-dia. Bairros sociais construídos ao lado de condomínios de luxo são situações que em vez de promover a igualdade só têm salientado ainda mais as diferenças socioeconómicas existentes.






Quantas vezes não ouvimos pessoas ricas discriminarem pessoas de baixa classe social, com frases do tipo “Isso é coisa de pobre” ou vice-versa. Ao abordarmos o preconceito racial e o preconceito religioso é inevitável tocarmos no seu carácter hereditário. Neste caso o passado serve de veículo ao ódio, transportado de uma família para outra, de geração para geração, criando um segmento, uma tradição. Estas tradições que são passadas muitas vezes pela religião.






O preconceito por um credo ou religião está firmemente instalado em várias partes do mundo, é mais antigo do que o racismo, datado já na era de Cristo, ou seja, há dois mil anos atrás. Hoje em dia, o maior exemplo deste preconceito são os conflitos no Oriente Médio. A luta entre judeus e islâmicos custa dezenas de vidas diariamente. Grupos extremistas no Iraque matam inocentes cruelmente somente porque são de outra religião.










Nem sempre o preconceito racial está associado a pretos e brancos, mas sim a uma diferença de cultura, etnia ou outras coisas que diferenciem raças dentro de uma mesma composição global. O preconceito racial começou com o ideal de que um ser ou uma raça era superior ao outro e por isso, tinha o direito a usar o mais fraco para trabalhos como servos e escravos.










Algumas pessoas vivem demasiado amarradas a ideias antigas e desproporcionadas do quotidiano. Há mais de 30 anos que Portugal é um país livre, contudo, a verdadeira liberdade continua ainda distante de grande parte deste nosso país.
Um outro tipo de preconceito existente na nossa sociedade é o intelectual. Neste caso há uma discriminação de pensamento e escolhas, em que não se pode imaginar ou supor, querer ou desejar, abertamente, algo ou alguém.






Vemos o preconceito intelectual presente na opção sexual de alguém, a homossexualidade, seja ela assumida ou não, é uma escolha de cidadão para cidadão, como a cor do carro ou a roupa a vestir.
Este é um conceito que pode ser explicado pelos especialistas de várias formas, mas a mais comum é a de que este apenas existe quando não se pratica o respeito pelo próximo. Acredita-se que a convivência, através de uma atitude comunitária é, talvez, a forma mais adequada de se reduzir o preconceito.
De acordo com dados da Amnistia Internacional, os portugueses não encaram a imigração com preocupação (3%), ao contrário de 21% dos seus homólogos europeus que salientam a imigração como um problema que o país enfrenta. Portugal (66%) surge como o segundo Estado Membro – após a Suécia (79%) – cujos cidadãos mais defendem que os imigrantes constituem um contributo importante para o país.






Em Portugal, as formas de discriminação mais significativas são a discriminação com base na orientação sexual (67%), na origem étnica (61%) e na deficiência (60%). A discriminação baseada na idade (48%), no género (47%) e na religião ou crenças (39%), ainda continua a ocorrer embora numa menor escala.
A luta contra o desemprego, o combate à pobreza e exclusão social, factores que conduzem também à discriminação, estão entre as áreas consideradas prioritárias, pelos portugueses, para intervenção da União Europeia.






Apesar da abertura e sensibilização dos portugueses, os dados disponibilizados por várias organizações que trabalham os vários tipos de discriminação indicam situações graves de desigualdade. Segundo Allport (1897- 1967 psicólogo norte americano) “O preconceito é o resultado das frustrações das pessoas, que em determinadas circunstâncias podem-se transformar em raiva e hostilidade. O resultado é o preconceito e a discriminação”.






E você? Já foi vítima de preconceito? Qual é para si a pior forma de Preconceito / Discriminação?
Read More

Ovo de Colombo

Conta-se que em uma ocasião, Cristóvão Colombo foi convidado para um banquete onde lhe haviam designado, como é natural, um posto de honra.

Um dos convidados era um cortesão que estava muito enciumado com o grande descobridor. E quando teve a oportunidade dirigiu-se a ele e lhe perguntou de uma forma um tanto impertinente:

-Se você não tivesse descoberto a América, por acaso não existem outros homens na Espanha que poderiam fazê-lo?

Colombo preferiu não responder diretamente àquele homem. Lhe propôs uma prova antológica:

Levantou-se, pegou um ovo de galinha fresco e convidou a todos os presentes que tentassem colocá-lo de forma que se mantivesse em pé sobre um dos seus extremos.

A ocorrência teve bastante aceitação. Quase todos os presentes entraram logo naquele jogo e tentaram um após o outro, uns com mais, outros com menos convicção, ante o olhar atento dos demais. Mas passava o tempo e ninguém conseguia descobrir a maneira de conseguir que aquele ovo danado mantivesse o equilíbrio.

Finalmente Colombo se pôs em pé, com ar solene, se aproximou, pegou o ovo e o bateu levemente contra a superfície da mesa até que quebrou um pouco da casca de uma das pontas e graças a este pequeno achatamento o ovo se manteve perfeitamente na posição vertical.

-Claro que desta maneira qualquer um pode faze-lo! - objetou um pouco alterado, o cortesão.

-Sim qualquer um. Mas "qualquer um" ao que se lhe tivesse ocorrido faze-lo.

E acrescentou:
 - Uma vez eu mostrei o caminho ao Novo Mundo, "qualquer um" poderá segui-lo. Mas "alguém" teve antes que ter a ideia. E "alguém" teve depois, que decidir-se a colocá-la em prática.

Esta velha e conhecida anedota tem ultrapassado os séculos e levado a formar a expressão de "O Ovo de Colombo", para referir-se a soluções aparentemente muito naturais, sim, mas que "alguém teria que ter pensado nelas, e alguém depois teve que decidir-se a faze-las".
Muitas transformações importantes nas pessoas, nas empresas, nos clientes, no mundo do pensamento, ou na sociedade em geral, tem sua origem em descobrimentos naturais, simples, aos que "alguém" tem sabido tirar proveito. Alguém que soube tirar partido do óbvio, a estas verdades, às que todos teremos acesso.

E lembrem, apenas PESSOAS como vocês e nós, podem fazer estas coisas simples, naturais.
Read More

A forma com que olhamos

Uma pessoa muito próxima te magoou muito, de forma que a relação que você tinha com ela ficou abalada e quem sabe até acabou.

O tempo passou e essa pessoa tenta se reaproximar de você e você deixa, pensando que tudo iria voltar a ser como antes. Você volta a se relacionar com ela, porém algo não está dando certo, não está sendo como antes... Mas porquê?

Porque você está “vacinado” contra tudo que essa pessoa faz, você tem um enorme receio e tudo o que essa pessoa faz você já não vê com antes, tudo tem um defeitozinho.

Na verdade, o que acontece é que tudo mudou porque os seus olhos em relação a tal pessoa mudaram. Uma atitude ou uma palavra pode ser interpretada de várias formas, pois tudo depende da forma como olhamos.

Se você tiver maus olhos, tudo para você, até mesmo uma atitude de amor, pode ter um fundo maldoso. Porém se você tiver bons olhos tudo será diferente.

Mas como ter bons olhos? Como olhar de forma diferente quem nos magoou profundamente?

Eu já tive várias decepções na vida e sei que poderei ter mais, e também já me aconteceu olhar com maus olhos pessoas que antes eu amava.

Então o que fazer quando isso acontece?

Podemos dizer que existem dois grupos de pessoas que nos magoam: aquelas que nos magoaram mas estão arrependidas e aquelas que nos magoaram e possam até estar um pouco arrependidas mas não fazem nada para mudar a situação.

Com as pessoas do primeiro grupo é mais fácil lidar, pois quando estamos arrependidos fazemos tudo para que aquela pessoa querida nos perdoe, fazemos ou tentamos fazer tudo diferente.

Porém o que faz com que você não consiga restabelecer a relação e perdoe é que você ainda encontra errinhos nesta pessoa “ Ele está arrependido mas continua fazendo isso ou continua sendo assim”. Gente, você não pode mudar uma pessoa! Tudo mundo tem erros e provavelmente quando você conheceu esta pessoa ela já era assim. Então esqueça definitivamente o que se passou, pare de se focar nos “errinhos” e se foque sim no esforço que esta pessoa está fazendo para que você a perdoe.

Com o segundo grupo é mais complicado, pois essas pessoas podem até pedir desculpas, mas continuam agindo da mesma forma, continuam fazendo as mesmas coisas. E os nossos olhos maus ficam em alerta, lembrando de tudo o que se passou e ainda piorando a situação “ Está vendo só?! Fulano não muda!”

Pessoalmente, quando vejo que isto está acontecendo e que não há mais condições para seguir em frente, que provavelmente eu posso sair ainda mais magoada, eu me afasto. Pois se eu estiver perto, os meus olhos ruins vão ser alimentados constantemente, porém se eu me afastar é mais fácil esquecer tudo, alimentando assim os bons olhos. Mas afastar, não é o mesmo que perdoar. Se afaste mas perdoe, alimentar uma mágoa não irá fazer nenhum bem a você.

Se você praticar isso, verá certamente tudo diferente.

“ São os teus olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!” Mateus 6:22-23
Read More

O maná no deserto



Após a saída do Egipto, o povo entrou no deserto. Um deserto com características muito duras e situações adversas principalmente para mulheres e crianças e até para o gado.


Então Deus enviou o maná, o chamado pão do deserto, porém o mandamento de Deus foi muito esclarecedor, cada família devia de apanhar apenas o necessário para aquele dia, se alguém ousasse conservar para o dia seguinte, este apodreceria.


Imagino que no meio do deserto e já tendo passado por situações de fome, alguns de entre o povo devem ter apanhado mais do que o suficiente com o intuito de conservar para o dia seguinte, para ter um “pé de meia”. E se amanha acordarmos e não tiver maná? Muitos devem ter questionado. Porém Deus disse que não iria faltar, e o povo só teria que confiar de que Deus, o mesmo Deus que operou maravilhas no Egipto não deixaria acabar o maná.


O mesmo acontece hoje em dia, não existe um desprendimento, as pessoas não confiam em Deus, pois sempre pensam “e se amanha faltar?”, imagino que esse era o mesmo sentimento daquele povo. Por isso mesmo, Deus fez apodrecer o maná no dia seguinte, de tal forma que o povo foi obrigado a confiar.


Este é um bom exercício para todos os que se consideram cristãos, será que você confia que Deus nada irá deixar faltar? Pense bem? Será que numa situação difícil como a de fome do povo no deserto, não iria fazer você duvidar?


Na fé!
Alzira
Read More

© Pérolas que Edificam, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena